(32) 3429-2087
pilates

Programa de exercícios que melhor prepara a pessoa para desempenhar tarefas da vida diária.

 

Em seus tempos mais primórdios, a base do treinamento funcional era a mesma do powerlifting, utilizando movimentos de levantamento terra, supino e agachamento, uma vez que, por se tratarem de exercícios multiarticulares, promoviam bastantes benefícios em fortalecimento muscular e ganho de força, deixando o praticante mais funcional.

Anos mais parte, começou a surgir outra abordagem de treinamento funcional, que se baseou em quatro domínios (estabilização espinal, resistência, flexibilidade e equilíbrio e propriocepção), que foram aplicados no campo da reabilitação buscando recuperar funções perdidas das pessoas, gerando resultados muito positivos, como melhora de estabilidade articular, amplitude de movimento, controle neuromuscular, etc.

Basicamente, estes programas são realizados com exercícios de calistenia (aqueles que usam o próprio peso do sujeito para gerar sobrecarga), alongamento e também com acessórios que geram algum tipo de instabilidade, sendo os mais famosos o bosu e os dyna disks, que são colocados numa base de suporte, por exemplo, o chão, onde o indivíduo irá realizar exercícios convencionais, feito flexão de braço e agachamento.

Por conta dos resultados positivos, resolveram expandir esses programas de treinamento para pessoas saudáveis, com o intuito deixá-las mais funcionais também, porém, a meu ver, boa parte dos resultados disso foram catastróficos, pois muita gente saiu aplicando instabilidade em qualquer exercício, sem critério ou reflexão, sem nenhuma base teórica, apenas para se promoverem nas redes sociais, incentivando pessoas leigas a fazerem exercícios perigosos e desnecessários…

Horários

TURMAS com número restrito de alunos, e horários agendados:

Segunda a Sexta: 6h às 11h